Blog

A ESTRANHA DESCOBERTA DA AUSTRÁLIA

por Pierluigi Piazzi     Logo depois da Lua Nova, quando vemos apenas uma finíssima foice iluminada, uma observação mais atenta nos leva a uma descoberta interessante. Se você prestar bastante atenção verá que, apesar da luz do Sol iluminar a Lua meio na contra-luz (tanto é que só uma fina foice brilhante aparece do nosso lado) o restante de seu disco é fracamente visível. Se um astronauta estivesse na superfície da Lua em algum ponto da foice iluminada pela luz direta do Sol, diria que é dia. Se estivesse do lado escuro diria que é noite.   Mas… de onde vem a luz que ilumina fracamente o lado escuro? Antigamente havia pessoas que pensavam que a Lua fosse uma gigantesca bola de vidro semi-transparente e que a luz fraca do lado noturno nada mais era que a luz do Sol passando através do “vidro”. O grande gênio do renascimento,.
saiba mais

ROMILDO PÓVOA FARIA — in memorian

por Renato da Silva Oliveira   Um texto sobre o meu “amigo de copo e de cruz”, gerado sob muitas e muitas e muitas lágrimas… em 21 de abril de 2009… Triste sina a dos que sobrevivem aos amigos… Nós somos fundamentalmente as nossas memórias — mesmo e também aquelas que são processadas não racionalmente, as memórias emocionais — mas somos fundamentalmente as nossas memórias. Hoje, de certa maneira, uma parte de mim mesmo está morta. Uma extensão corpórea e material da minha memória, ainda que sem continuidade com meu próprio corpo, deixou de existir. Lembro que, em inúmeras vezes ao longo dos últimos 30 anos, fui lembrado por um amigo — o mais leal dos amigos que eu já tive e que, provavelmente, possa vir a ter — de inúmeros fatos e situações em que eu estive envolvido mas dos quais eu mesmo não lembrava com clareza. É um tanto desconcertante.
saiba mais

Crux Australis — O Cruzeiro do Sul

por Renato da Silva Oliveira A constelação Cruzeiro do Sul é uma das mais conhecidas, principalmente para os habitantes do hemisfério Sul da Terra e particularmente para nós, brasileiros. Este texto surgiu como sub-produto da elaboração de uma apresentação para o Planetário, no ano 2000, onde  abordava-se o Descobrimento do Brasil e mostrava-se o céu de 1500, contemplado pelos navegadores ibéricos ao se aventurarem  ao Sul do Equador. … Presente no brasão das Armas Nacionais, no emblema do Exército e na Bandeira Nacional do Brasil , a constelação Cruzeiro do Sul — a Cruz Austral — está entre os símbolos mais conhecidos e mais usados pelos povos que habitam o hemisfério Sul da Terra.   Bandeira Nacional do Brasil, onde o Cruzeiro do Sul destaca-se no centro. Ele é representado, também,  na bandeira do Estado do Paraná e no pavilhão de mais 4 países — Austrália, Nova Zelândia, Papua-Nova Guiné e.
saiba mais